Relações com Investidores

Emissão de covered bonds cai mundo afora

11/08/2014

Um relatório divulgado pela provedora de dados de mercado Dealogic mostra queda nas emissões globais de covered bonds. Trata-se de títulos emitidos por bancos, lastreados por recebíveis imobiliários e segregados do balanço dessas instituições (o que diminui os riscos de seus compradores em caso de falência do emissor).

Do início do ano até 21 de julho, 257 emissões tinham acontecido, 17% menos do que as 310 registradas no mesmo período do ano passado. É o quinto ano consecutivo de queda. Apesar disso, o valor médio de cada negócio feito este ano é maior do que o de 2013: US$ 485 milhões, ante US$ 394 milhões.

O covered bond é muito utilizado na Europa. De acordo com reportagem do jornal Financial Times, os investidores estão menos interessados nesse tipo de título porque estão em busca de retornos maiores. Além disso, os bancos têm conseguido se bancar com empréstimos relativamente baratos concedidos pelo Banco Central Europeu.

Outro fator que contribui para esse cenário é o processo de desalavancagem das instituições financeiras europeias. Na busca por balanços mais sólidos, o número de novas hipotecas, matéria prima dos covered bonds, diminuiu.

Autor: Bruna Maia Carrion

Fonte: Revista Capital Aberto / Edição 132 / Agosto de 2014

Link: http://bit.ly/1p8AV3t