Bolsa

Comentários sobre o Mercado

27/09/2016

  • Os futuros dos EUA foram negociados praticamente sem variação na terça-feira após o primeiro debate entre os candidatos à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton e Donald Trump.
  • Hillary parece ter ganho uma vantagem sobre seu adversário republicano no debate, o que levou a um ganho breve de mais de 100 pontos nos futuros do Dow, seguido por um recuo.
  • Os futuros do petróleo bruto caíram na terça-feira após subir mais de 3% na segunda-feira. Essa volatilidade foi causada pela reunião dos principais países produtores de petróleo em Argel em meio a rumores de um acordo da OPEP para congelar a produção de petróleo bruto.
  • O Mercado já está vendo o governo Temer com menos desconfiança, o entendimento é que saiu uma governante intervencionista, que não hesitava em utilizar os instrumentos de política econômica para interferir nos negócios privados e até na margem de retorno dos empreendimentos, e entra um governante sintonizado com os princípios da livre iniciativa e com visão fiscalista.
  • Deputados decidiram alterar a Lei da Repatriação para impedir a tributação sobre a movimentação financeira dos que omitiram bens e ativos no exterior e aderirem ao programa de regularização. O texto, acertado entre parlamentares, advogados e entidades como a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM­RJ), ontem, será levado aos líderes partidários hoje. A cobrança de Imposto de Renda e a multa será sobre o saldo no dia 31 de dezembro de 2014 e, caso não existam mais bens nessa data, irá retroagir ao saldo do ano imediatamente anterior, até 2011. Se não houver ativos não declarados nesta data, o contribuinte pode, em tese, aderir sem pagar nada.
  • A combinação de aumento do desemprego, queda dos rendimentos e juros altos está provocando uma redução importante das dívidas no orçamento das famílias, processo que pode abrir espaço para um início de retomada do consumo em 2017. Ainda sob efeitos de uma prolongada recessão, o cenário para as vendas está longe de ser considerado animador, mas o menor dispêndio com dívidas já representa algum alívio para os consumidores. Economistas ponderam, no entanto, que a reação da demanda dependerá mais do mercado de trabalho e da possibilidade de corte da taxa básica de juros.

Índices

Nome

Atual

%Variação

Dow Jones Industrial Average

17.989,00

-0,14%

S&P 500 Index

2.136,50

-0,15%

Nasdaq Composite Index

4.812,00

-0,06%

Ibovespa

58.249,99

0,17%

Índices Globais

Japão: Nikkei

16.683,93

0,84%

China: Shanghai

3.138,48

0,60%

Hong Kong: Hang Seng

23.571,90

1,09%

Alemanha: DAX

10.290,31

-0,99%

França: CAC 40

4.371,30

-0,83%

Londres: FTSE

6.779,69

-0,56%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$44,58

-2,94%

Ouro ($/oz)

$1.332,90

-0,83%