Bolsa

Comentários sobre o Mercado

21/03/2016

  • Os índices futuros americanos sinalizaram uma abertura mais forte, com o petróleo recuperando parte das perdas, após um surpreendente aumento na contagem de sondas da Baker Hughes na semana passada e enquanto os investidores monitoram os comentários dos membros do Fed.
  • A Sherwin-Williams assinou um acordo definitivo para comprar a fabricante de tintas Valspar por US$ 11,3 bilhões ou US$ 113 por ação.
  • O novo Código de Processo Civil (CPC), em vigor desde a última sexta-feira, deve dificultar o acesso ao patrimônio de sócios e administradores em casos de execução de dívidas de empresas. As novas regras estabelecem um rito para a desconsideração da personalidade jurídica. Não será mais permitido, por exemplo, a penhora ou o bloqueio de bens sem que o empresário seja ouvido pelo juiz. Antes do novo código não havia um procedimento a ser seguido. As leis vigentes tratavam somente das hipóteses em que se podia estender as dívidas de uma empresa aos seus sócios. A desconsideração é permitida quando a conduta do administrador da companhia implicar fraude ou excesso de gestão.
  • Os investidores estrangeiros aceleraram os negócios na bolsa de valores nos primeiros 15 dias de março. Neste mês, eles já deixaram no mercado acionário um saldo de R$ 5,99 bilhões ¬ a diferença entre as compras e vendas de ações. Esse dinheiro corresponde a 72% dos recursos estrangeiros contabilizados no ano e é equivalente a um terço de todo o dinheiro estrangeiro que entrou no mercado de ações no ano passado ¬ R$ 16,387 bilhões. A maior presença de estrangeiros na Bovespa ocorre porque eles estão aproveitando a desvalorização do real em relação ao dólar para comprar ações mais baratas.
  • Com o agravamento da crise política, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, reviu sua estratégia e abandonou o compromisso de encaminhar a reforma da Previdência Social ao Congresso Nacional no mês que vem. O entendimento agora é terminar as discussões sobre mudanças nas regras de aposentadorias e pensões no Fórum Nacional de Previdência Social, o que está previsto para 8 de abril, para depois decidir quando a proposta será enviada ao Parlamento. Isso não quer dizer que a equipe econômica desistiu da reforma. Mas a equipe da Fazenda estava praticamente sozinha na defesa do encaminhamento do projeto em abril. A avaliação é que, com as resistências do PT e das centrais e a deterioração do quadro político com possibilidade de impeachment da presidente Dilma Rousseff, não é o momento para lidar com uma reforma tão polêmica.

Índices

Nome

Atual

%Variação

Dow Jones Industrial Average

17.478,00

-0,08%

S&P 500 Index

2.035,25

-0,11%

Nasdaq Composite Index

4.389,75

-0,11%

Ibovespa

50.873,78

0,12%

Índices Globais

Japão: Nikkei

16.724,81

0,00%

China: Shanghai

3.159,28

2,16%

Hong Kong: Hang Seng

20.684,15

0,06%

Alemanha: DAX

9.918,40

-0,33%

França: CAC 40

4.430,31

-0,72%

Londres: FTSE

6.172,73

-0,27%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$41,24

0,24%

Ouro ($/oz)

$1.244,00

-0,82%