Bolsa

Comentários sobre o Mercado

16/12/2015

  • Os índices futuros norte-americanos subiram enquanto os investidores esperam o primeiro aumento da taxa de juros pelo Fed em quase uma década. A China e o Japão fecharam em alta, enquanto os mercados europeus avançam, com o índice Stoxx Europe 600 subindo 0,5%.
  • A FedEx e a Oracle devem divulgar seus resultados após o fechamento do mercado.
  • A agência de classificação de risco Fitch retirou nesta quarta-feira (16) o selo de bom pagador do Brasil. Agora, o país é considerado grau especulativo por duas agências - além da Fitch, a Standard & Poor‘s já tinha cortado a nota brasileira em setembro.
  • O Supremo Tribunal Federal (STF) começa a julgar hoje a validade da Lei 1.079/50, que regulamentou as normas de processo e julgamento do impeachment, e alguns artigos do Regimento Interno da Câmara dos Deputados. As normas foram utilizadas pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para dar andamento às etapas iniciais do processo, que foi suspenso pelo ministro Edson Fachin, relator da ação que trata do assunto, a pedido do PCdoB, até decisão do plenário.
  • Como ocorreu em outras crises vividas pelo Brasil, a forte desvalorização do real, combinada à retração acentuada da demanda doméstica, está estimulando o setor industrial a exportar. O que difere o momento atual das turbulências anteriores, especialmente as de 1999, 2002/2003 e 2008, é que agora a demanda externa está fraca contrariando tendência histórica, o comércio mundial está crescendo abaixo do ritmo de expansão da economia mundial. Mesmo com o real tendo perdido 31,42% de valor ante o dólar neste ano, as exportações estão caindo em relação ao ano passado.
  • O governo federal definiu as regras de contratação de financiamentos da terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida para famílias com renda entre R$ 2,35 mil e R$ 6,5 mil a partir de 2016. O Ministério das Cidades editou três instruções normativas oficializando o que o Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já havia aprovado como a atualização do teto do valor do imóvel que seria praticado no âmbito do programa, assim como subsídios concedidos e taxa de juros.
  • A Wilson Sons Ultratug Offshore, subsidiária do grupo Wilson Sons, afretou três embarcações de apoio marítimo a plataformas de exploração e produção de petróleo e gás para a Petrobras, conforme anúncio feito ontem ao mercado. O contrato é válido por dois anos. As embarcações do tipo "Platform Suppy Vessels" (PSVs) "Albatroz", "Gaivota" e "Fragata", todas de bandeira brasileira, já prestaram serviço à Petrobras, mas o contrato terminou em outubro. Desde então, as embarcações estavam operando no mercado "spot" (assim conhecido quando o aluguel é feito para um serviço específico). Os PSVs têm porte bruto médio de 3 mil toneladas e contam, segundo a Wilson Sons, "com um moderno sistema de posicionamento dinâmico". A empresa também anunciou que o PSV "Mandrião" está disponível no mercado "spot".

Índices

Nome

Atual

%Variação

Dow Jones Industrial Average

17.579,00

0,62%

S&P 500 Index

2.048,25

0,55%

Nasdaq Composite Index

4.625,75

0,54%

Ibovespa

44.431,39

-0,98%

Índices Globais

Japão: Nikkei

19.049,91

2,61%

China: Shanghai

3.680,99

0,16%

Hong Kong: Hang Seng

21.701,21

2,01%

Alemanha: DAX

10.548,45

0,94%

França: CAC 40

4.653,99

0,86%

Londres: FTSE

6.083,77

1,10%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$37,11

-0,64%

Ouro ($/oz)

$1.073,10

1,08%