Bolsa

Comentários sobre o Mercado

03/12/2015

  • A Standard & Poor‘s rebaixou o rating de crédito de oito grandes bancos, pois é menos provável que o governo forneça um "apoio extraordinário" em caso de estresse excessivo. Esses bancos são: Bank of America, Bank of New York Mellon, Citigroup, JPMorgan Chase, Morgan Stanley, State Street, Goldman Sachs e Wells Fargo.
  • O YouTube da Alphabet está buscando direitos de streaming para filmes e séries de TV em uma tentativa de competir com a Netflix, Amazon.com e Hulu, de acordo com o The Wall Street Journal.
  • Estudantes fecharam ao menos quatro vias de grande circulação de veículos na manhã desta quinta-¬feira em São Paulo contra a reorganização de escolas estaduais por parte do governo de Geraldo Alckmin (PSDB). A intenção dos alunos é pressionar a gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB) a recuar da decisão de reorganizar e fechar 92 escolas a partir de 2016. Às 8h, os alunos travavam o cruzamento da avenida Angélica com a avenida São João, na região central. Na zona sul, grupos fechavam a estrada do M‘Boi Mirim com a rua Anhandí Mirim, além da avenida João Dias, próximo ao terminal de mesmo nome. Na zona oeste, os estudantes bloqueiam a marginal Pinheiros no sentido Interlagos na altura da ponte Eusébio Matoso. Na mesma região, alunos também fecham o cruzamento das avenidas Francisco Morato e Jorge João Saad.
  • O Reino Unido iniciou uma campanha de ataques aéreos contra o Estado Islâmico na Síria poucas horas depois de os deputados britânicos terem aprovado o prolongamento da campanha de bombardeios, que até então se restringia a posições ocupadas pelo grupo no Iraque. "Quatro [jatos] britânicos entraram em ação após a votação, atacando na noite passada campos de petróleo no leste da Síria", disse o secretário de Estado da Defesa britânico, Michael Fallon, à rede de notícias BBC. Os quatro aviões chegaram à base no Chipre e a avaliação dos ataques está em curso. Os ataques na Síria foram aprovados no Parlamento com 397 votos a favor e 223 contra.
  • Para garantir receitas no próximo ano, o governo deve divulgar nos próximos dias o edital para começar a cobrar dos bancos pela operação da folha de pagamento dos servidores públicos federais. A medida teria o potencial de ajudar a melhorar o desempenho do resultado primário a partir de março de 2016. Estimativas iniciais apontam para uma arrecadação de R$ 5 bilhões anualmente, mas o montante pode variar conforme o percentual que será cobrado pelo governo pelo pagamento dos salários. Esse valor ainda será definido. Mesmo com o fim da exclusividade na exploração da folha de pagamento, a avaliação dentro do governo é que o negócio segue atrativo por envolver cerca de 1,4 milhão de beneficiários, com estabilidade de emprego e renda acima da média nacional. O maior pagador dos servidores públicos federais é o Banco do Brasil (BB).
  • Maior operadora aeroportuária do mundo, a gigante espanhola Aena tem interesse estratégico no Brasil e avaliará sua entrada na disputa pelos quatro terminais que o governo pretende leiloar no primeiro semestre de 2016, mas não esconde uma percepção cada vez mais comum entre investidores estrangeiros: o atual cenário de incertezas torna desaconselhável a realização dos certames nos próximos meses.

Índices

Nome

Atual

%Variação

Dow Jones Industrial Average

17.770,00

0,07%

S&P 500 Index

2.085,00

0,17%

Nasdaq Composite Index

4.709,50

0,32%

Ibovespa

46.754,09

4,10%

Índices Globais

Japão: Nikkei

19.939,90

0,01%

China: Shanghai

3.753,72

1,36%

Hong Kong: Hang Seng

22.417,01

-0,28%

Alemanha: DAX

10.946,52

-2,18%

França: CAC 40

4.814,93

-1,85%

Londres: FTSE

6.379,81

-0,64%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$40,46

1,30%

Ouro ($/oz)

$1.055,40

0,15%