Bolsa

Comentários sobre o Mercado

16/11/2015

  • Os índices futuros norte-americanos indicam uma abertura estável ou com ligeira alta na segunda-feira após os ataques terroristas em Paris no fim de semana. Os mercados esperam um dia de negociações tranquilo com os investidores buscando ativos seguros.
  • A AB InBev pode ser forçada a vender quase US$ 7 bilhões em marcas de cerveja para aliviar preocupações regulatórias relacionadas ao acordo de aquisição da SABMiller, afirmou o The Telegraph.
  • O The Wall Street Journal noticiou que a GE recebeu duas ofertas pela sua unidade de crédito comercial no Japão. O jornal afirmou que a Sumitomo Mitsui Financial e o Shinsei Bank estão negociando com a GE.
  • A Ericsson afirmou que não está negociando a fusão com a Cisco Systems, apesar dos boatos de que a Cisco está tentando conseguir um acordo com o fabricante de equipamentos de rede.
  • Os acionistas da Syngenta estão insistindo que a companhia comece a negociar uma possível aquisição com a ChemChina, de acordo com a Bloomberg. Semana passada foi noticiado que a ChemChina havia feito uma oferta pela Syngenta.
  • A Contax, empresas de atendimento e contact center, anunciou prejuízo líquido de R$ 64,8 milhões no terceiro trimestre, revertendo lucro de R$ 19,6 milhões registrados no mesmo período do ano passado. A receita da companhia recuou 10% de julho a setembro, para R$ 791 milhões, na comparação anual. Segundo a empresa, o resultado foi afetado pela queda na prestação de serviços observada desde o início do ano e por aumento de custos no processo de adequação da estrutura para uma demanda menor. A despesa financeira líquida da companhia avançou 94,4% no período, para R$ 54,4 milhões. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) caiu 87,5%, para R$ 12,7 milhões, refletindo também o processo de readequação da companhia para atender um volume menor de serviços prestados.
  • A rede de farmácias Pague Menos registrou queda de 10,4% no lucro do terceiro trimestre frente a igual período do ano passado, para R$ 18,8 milhões. A receita da varejista farmacêutica avançou 10,3% de julho a setembro, para R$ 1,24 bilhão, na comparação anual. As despesas operacionais da companhia subiram 19,9% no período, para R$ 313,5 milhões. Já a despesa financeira líquida cresceu 24,1%, para R$ 48,6 milhões. A Pague Menos aponta a adesão ao Refis, a abertura de novas lojas, os reajustes de energia elétrica e o aumento do valor dos alugueis como fatores para o aumento das despesas. Segundo a empresa, foram abertas 31 novas lojas e encerradas três no terceiro trimestre. A Pague Menos possui atualmente 799 lojas, em 280 municípios, em todos os Estados brasileiros e no Distrito Federal.
  • A polícia francesa realizou buscas nesta segunda-­feira nas residências de suspeitos de envolvimento com o radicalismo islâmico, horas depois de jatos do país terem bombardeado posições do grupo Estado Islâmico na Síria. As buscas desta segunda­-feira ocorreram em diversas cidades da França, em meio a temores de preparação de novos ataques terroristas. "Estamos mostrando nossa determinação de combater o terrorismo e todos aqueles relacionados a ele, ao islamismo radical, a todos aqueles que pregam o ódio contra a República", disse o primeiro-­ministro da França, Manuel Valls, em entrevista à rádio RTL. O premiê francês sustentou que o país está em guerra contra o terrorismo e que os ataques de Paris na última sexta­-feira, que deixaram 129 mortos, foram "concebidos, organizados e planejados" na Síria. "Atuaremos incansavelmente contra o Estado Islâmico", afirmou.
  • A retração econômica e a política do governo federal mais dura na liberação de recursos criaram um quadro considerado atípico por analistas. Em ano que antecede as eleições para prefeito, as capitais reduziram os investimentos, o que propiciou elevação de despesas mais compatível com as receitas, mas gastos importantes, como a folha de salários, ganharam mais espaço. A exceção para a tendência fica principalmente por conta do Rio de Janeiro, cujos investimentos dobraram até o segundo quadrimestre do ano, por conta de obras relacionadas aos Jogos Olímpicos. Retirando o Rio, levantamento feito com base nos relatórios fiscais de 22 capitais mostra que os investimentos recuaram em média 17%. Foi com o corte de investimentos que esse conjunto de municípios conseguiu conter o crescimento das despesas em 7,8%, ritmo menor que a alta de 8,24% nas receitas.

Índices

Nome

Atual

%Variação

Dow Jones Industrial Average

17.173,00

-0,19%

S&P 500 Index

2.016,50

-0,10%

Nasdaq Composite Index

4.492,00

-0,22%

Ibovespa

46.695,78

-0,38%

Índices Globais

Japão: Nikkei

19.393,69

-1,04%

China: Shanghai

33.777,33

0,73%

Hong Kong: Hang Seng

22.010,82

-1,72%

Alemanha: DAX

10.702,59

-0,05%

França: CAC 40

4.787,23

-0,43%

Londres: FTSE

6.133,91

0,26%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$40,80

0,15%

Ouro ($/oz)

$1.086,90

0,56%