Bolsa

Comentários sobre o Mercado

30/09/2015

  • As ações subiram na manhã de quarta-feira no mundo todo, recuperando-se no fim do pior trimestre desde 2011. Os índices de referência na Ásia e na Europa registraram fortes altas, enquanto os índices futuros norte-americanos abriram com alta esperada de 1,09% de acordo com o S&P 500 futures.
  • As empresas aumentaram o ritmo de contratações em setembro, o que demonstra que o mercado de trabalho dos Estados Unidos permanece forte mesmo com o enfraquecimento da demanda global, de acordo com um relatório privado com base nas folhas de pagamento. Os números publicados pelo ADP Research Institute na quarta-feira mostram a criação de 200 mil novas vagas de emprego, isso após 186 mil vagas terem sido criadas no mês anterior.
  • Quase 50 anos após ter fundado a companhia que tem o seu nome, Ralph Lauren está deixando o cargo de Diretor Presidente. Ele irá permanecer como Presidente do Conselho e continuará a moldar a visão/estratégia da companhia. Ralph Lauren, 75, será substituído por Stefan Larsson, 40, até então presidente da divisão Old Navy da Gap. A mudança acontecerá em novembro.
  • Na segunda-­feira, em mais uma ação coordenada, o Banco Central (BC) e o Tesouro Nacional tomaram medidas emergenciais para tentar acalmar os mercados de juros e câmbio, abalados pela dificuldade do governo em enfrentar as crises econômica e política. O Tesouro ofereceu um lote volumoso de LFTs, papéis indexados à taxa básica de juros (Selic) e, portanto, com correção pós­-fixada. Em momentos de crise, esse tipo de título é mais demandado porque é considerado um papel de risco zero. Ontem, o Tesouro realizou um leilão extraordinário de LFTs, vendendo os R$ 35,8 bilhões ofertados.
  • O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, disse que o governo vai enviar nos próximos dias ao Congresso Nacional uma lista com projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e da área de Saúde que serão cortados do Orçamento, mas que podem ser cobertos por emendas parlamentares dos deputados e senadores. Essa é uma das medidas para atingir a meta de superávit primário de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) no próximo ano. Barbosa reafirmou o compromisso de reduzir em R$ 3,8 bilhões as despesas do PAC em 2016 e de outros R$ 3,8 bilhões em Saúde.
  • O presidente mundial da Microsoft, Satya Nadella, fez uma visita relâmpago ao Brasil e apresentou para funcionários da empresa, estudantes e clientes os principais focos da gigante de software para os próximos anos: reinventar a produtividade e os processos de negócios, construir uma plataforma de nuvem inteligente e promover a computação pessoal. O executivo também ressaltou que as ambições da Microsoft podem ajudar empresas brasileiras a melhorar a sua produtividade em um momento de crise como este.
  • A taxa de desemprego no Brasil aumentou para 8,6% no trimestre encerrado em julho, ante 6,9% no mesmo período do ano passado, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua) mensal, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É a maior taxa desde o início da série histórica, iniciada em 2012. No trimestre encerrado em abril de 2015, o nível de desocupação estava em 8%. O desemprego subiu porque mais pessoas entraram no mercado de trabalho à procura de uma vaga, mas apenas uma pequena parcela conseguiu emprego. De acordo com a pesquisa, que abrange 3,5 mil municípios no país, a população desempregada no trimestre encerrado em julho aumentou em 26,6% na comparação o mesmo período do ano passado, para 8,6 milhões de pessoas.
  • A presidente Dilma Rousseff demitiu por telefone nesta terça-feira o ministro da Saúde, Arthur Chioro. Em uma conversa fria, ela afirmou ao petista que ele fica no cargo até quinta, data em que deve ser anunciada a nova configuração da Esplanada dos Ministérios. Segundo relatos, a petista ficou irritada com declarações recentes do ministro à imprensa e com a suspeita de que ele estaria trabalhando para se manter no cargo junto a médicos sanitaristas e profissionais do ramo da saúde.

Índices

Nome

Atual

%Variação

Dow Jones Industrial Average

16.115,00

1,04%

S&P 500 Index

1.895,00

1,09%

Nasdaq Composite Index

4.128,75

1,33%

Ibovespa

44.992,42

1,95%

Índices Globais

Japão: Nikkei

17.388,15

2,70%

China: Shanghai

3.197,37

0,48%

Hong Kong: Hang Seng

20.846,30

1,41%

Alemanha: DAX

9.676,72

2,39%

França: CAC 40

4.459,51

2,67%

Londres: FTSE

6.031,39

2,07%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$45,03

-0,44%

Ouro ($/oz)

$1.116,50

-0,91%