Bolsa

Comentários sobre o Mercado

05/08/2015

  • Na manhã de quarta-feira, os investidores puderam ter uma ideia sobre o mercado de trabalho em julho, com a publicação de dados que indicam que o setor privado criou 185 mil empregos em julho nos EUA, menos que os 215 mil empregos esperados.
  • As ações gregas continuaram a cair após o mercado de ações do país ter aberto pela primeira vez em mais de cinco semanas na segunda-feira.
  • O lucro da Time Warner Inc. superou com folga as expectativas de Wall Street no segundo trimestre, quando novos lançamentos de videogames ajudaram a impulsionar a receita da divisão Warner Bros. Mesmo assim, as ações registraram queda de 1,9% durante as negociações antes da abertura do mercado.
  • O lucro da Walt Disney Co. subiu 11%, acima do esperado, enquanto a receita ficou abaixo das expectativas em meio a um crescimento mais lento nas redes de mídia e no segmento de parques. As ações caíram 7,7% durante as negociações antes da abertura do mercado.
  • O Brasil está "no olho do furacão" e há chances reais de o país perder o grau de investimento concedido pelas agências de rating. Essa é a avaliação de Heinz Ruettimann, estrategista em mercados emergentes do banco suíço Julius Baer. "Há uma linha tênue para que o país caia no ciclo vicioso de inflação elevada, altas taxas de juros e economia em recessão, levando a uma piora da situação fiscal e a uma elevação dos níveis de dívida/PIB", diz Ruettimann. Ele lembra que o mercado de ações brasileiro, dentro do grupo dos emergentes, teve sua recomendação rebaixada de "neutro" para "underweight" (abaixo do mercado) em 20 de outubro de 2014, um pouco antes das eleições. Desde então, diz o estrategista, o MSCI Brasil, indicador acompanhado pelos estrangeiros, registrou depreciação de 35% de seu valor em dólares. Ruettimann coloca o Brasil entre os países de pior desempenho entre os emergentes e diz acreditar que os desafios para uma recuperação, tanto econômica quanto da bolsa, são grandes.
  • A despesa com o pagamento dos subsídios do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) está tirando o sono do governo. De janeiro a junho, somou R$ 4,7 bilhões, contra um gasto de apenas R$ 56 milhões no mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Tesouro Nacional. Em julho, houve um pagamento de mais R$ 2,7 bilhões, de acordo com o Siafi, o sistema eletrônico que registra todas as despesas e receitas do governo federal. Assim, esse gasto já atingiu R$ 7,4 bilhões em apenas sete meses deste ano. Na sexta-­feira, a presidente Dilma Rousseff editou a Medida Provisória 686, que abriu um crédito extraordinário de R$ 4,6 bilhões para o pagamento da subvenção econômica em operações de financiamento no âmbito do PSI.
  • Apesar das dificuldades enfrentadas pela economia brasileira em 2015, executivos de multinacionais continuam a apontar o Brasil como um dos três destinos mais atrativos para investimentos, segundo pesquisa global da KPMG. Na lista, o Brasil ficou atrás apenas de China e da Índia. As mais de 300 entrevistas feitas para o estudo foram realizadas no início do ano com executivos americanos, europeus e asiáticos. Para Augusto Sales, sócio da área de estratégia da KPMG, os investidores estrangeiros seguem bastante atentos aos grandes mercados consumidores do mundo e olham o momento atual da economia brasileira como passageiro.
  • O mercado americano representou mais de 65% das vendas e entregas de jatos executivos da Embraer no primeiro semestre de 2015. No ano passado essa participação era de 45%. O bom desempenho dos negócios nos Estados Unidos, segundo a fabricante, vem compensando a queda na demanda dos países emergentes e, especialmente do Brasil, onde a falta de confiança em relação aos ajustes da economia contribui para a retração no setor. A Embraer entregou 45 jatos executivos no primeiro semestre, sendo 36 leves e nove grandes.
  • O lucro da Smiles, empresa de programas de fidelidade controlada pela Gol, cresceu 39,5% no segundo trimestre deste ano, para R$ 89,4 milhões, quando comparado o resultado com o apurado em igual período de 2014. A receita líquida subiu 80,9%, para R$ 275,5 milhões. Promoções diárias ajudam a aumentar a receita. A Smiles apresentou avanços também para acúmulo de milhas, de 31,5%, e para resgates, em 28,2%. O faturamento bruto aumentou 65,9%, a R$ 392,1 milhões.
  • A Panasonic planeja usar o patrocínio aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro para marcar uma virada em seus negócios Brasil. A companhia quer avançar no segmento corporativo, o chamado B2B, e pretende usar as tecnologias oferecidas ao Comitê Rio 2016 como vitrine para atrair novos clientes. O objetivo é quintuplicar o faturamento do segmento B2B até 2018, que já o foco da empresa fora do país.

Índices

Nome

Atual

%Variação

Dow Jones Industrial Average

17.537,00

0,48%

S&P 500 Index

2.098,00

0,72%

Nasdaq Composite Index

4.588,50

0,81%

Ibovespa

50.682,06

1,25%

Índices Globais

Japão: Nikkei

20.614,06

0,46%

China: Shanghai

3.870,73

-1,65%

Hong Kong: Hang Seng

24.514,16

0,44%

Alemanha: DAX

11.594,72

1,21%

França: CAC 40

5.175,96

1,25%

Londres: FTSE

6.736,19

0,74%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$46,13

0,85%

Ouro ($/oz)

$1.088,00

-0,25%