Bolsa

Comentários sobre o Mercado

02/06/2015

  • Os índices de futuros das bolsas dos EUA sinalizaram para uma abertura em baixa na terça-feria, enquanto os investidores aguardavam divulgações de resultados menos importantes antes dos principais relatórios de empregos na sexta-feira, em meio às persistentes preocupações com a Grécia.
  • Os credores internacionais da Grécia estão quase terminando a proposta de um acordo de auxílio ao governo grego, segundo uma fonte próxima das negociações disse à Reuters na terça-feira.
  • Também estão em foco os dados de inflação da zona do euro, que registrou 0,3% em maio. Este valor ficou acima da previsão de 0,2% e ajudará a acalmar os medos de uma espiral deflacionária na região.
  • O dólar americano atingiu seu valor mais alto em 13 anos contra o iene na terça-feira, ultrapassando a barreira psicológica de 125 yenes antes de registrar uma ligeira queda para 124,54 yenes.
  • O real ainda é visto como uma das moedas mais frágeis a eventos de aversão a risco pelos analistas, em especial ao esperado aumento de juros nos EUA - isso mesmo com o ajuste fiscal em curso e a desvalorização de mais de 16% da moeda brasileira neste ano.
  • O banco americano Goldman Sachs anunciou ontem a seus clientes pessoas físicas que não vai mais vender nenhum título do governo, fundos de investimentos e ações na Bolsa brasileira em sua área de private banking. Para ser cliente do Goldman é preciso ter no mínimo US$ 10 milhões e, a partir de agora, foco exclusivo em investimentos no exterior.
  • O mercado de cervejas aprofundou a queda no volume de produção em maio e seguirá trajetória de retração pelo menos até julho. A base alta de comparação de 2014 - com a realização da Copa do Mundo da Fifa no Brasil - e a deterioração da renda das famílias são os principais fatores determinantes dessa tendência, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), que representa Ambev, Brasil Kirin, Grupo Petrópolis e Heineken.
  • Os Correios brasileiros tiveram em 2014 o menor lucro da história da estatal: R$ 9,9 milhões, 97% inferior do que o registrado no ano anterior.
  • A Polícia Federal brasileira indiciou o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira pelos crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. O ex-presidente do Barcelona Sandro Rosell também foi indiciado por falsificação de documento público e ocultação de informações. Como moravam no exterior, a PF indiciou Teixeira e Rosell sem a presença deles. Os dois, contudo, conforme o inquérito, "tomaram conhecimento dos fatos e não tiveram interesse em desmentir". O Coaf, órgão de investigação financeira do Ministério da Fazenda, registrou movimentação atípica de Ricardo Teixeira dentro do Brasil de R$ 464,5 milhões entre 2009 e 2012.

Índices

Nome

Atual

% Variação

Dow Jones Industrial Average

17.991,00

-0,18%

S&P 500 Index

2.104,00

-0,25%

Nasdaq Composite Index

4.509,00

-0,28%

Ibovespa

53.407,82

0,71%

Índices Globais

Japão: Nikkei

20.543,19

-0,13%

China: Shanghai

5.141,62

1,69%

Hong Kong: Hang Seng

27.466,72

-0,47%

Alemanha: DAX

11.367,44

-0,60%

França: CAC 40

5.025,58

0,01%

Londres: FTSE

6.947,66

-0,09%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$60,60

0,66%

Ouro ($/oz)

$1.190,90

0,19%