Bolsa

Comentários sobre o Mercado

05/05/2015

  • Na terça-feira, os índices de futuros das bolsas dos EUA abriram em baixa, em meio à publicação de relatórios de resultados com dados econômicos importantes, que os investidores consultarão em busca de sinais sobre o momento exato para um aumento das taxas.
  • As negociações das ações europeias variaram, enquanto as ações da China despencaram depois de o banco central da Austrália cortar as taxas de juros pela segunda vez este ano.
  • Nos Estados Unidos, os números das negociações de março mostraram que o déficit comercial foi de US$51,4 bilhões, o mais alto desde 2008, à medida que as importações subiam. O valor de fevereiro aumentou ligeiramente para US$35,9 bilhões, de US$35,4 bilhões. Os analistas esperavam que o déficit na balança comercial de março aumentasse para US$42,5 bilhões.
  • Já o resto da semana nos EUA inclui relatórios sobre empregos, com o relatório nacional de emprego da ADP; o relatório semanal sobre auxílio desemprego e, por fim, o relatório do Departamento do Trabalho sobre folhas de pagamentos não-agrícolas para abril na sexta-feira.
  • Pela primeira vez, o Brasil assumirá a presidência do International Council of Forest and Paper Associations (ICFPA), que reúne entidades representativas da indústria de base florestal de todo o mundo e constitui um dos principais fóruns globais do setor. A partir de hoje e ao menos pelos próximos dois anos, o comando do ICFPA caberá a Elizabeth de Carvalhaes, presidente executiva da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), associação dos produtores de celulose, papel, painéis e pisos de madeira e florestas no país.
  • O Ministério da Educação (MEC) registrou 252.447 novos contratos de Fies, financiamento estudantil do governo, o que representa a metade da demanda que foi de 500 mil pedidos. Os novos empréstimos vão movimentar R$ 2,5 bilhões. O governo voltou a reiterar que não garante a abertura do programa no segundo semestre. "É claro que estamos trabalhando por uma nova edição do Fies [no segundo semestre], mas não podemos prometer", disse o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, acrescentando que depende do orçamento da União.
  • A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o regulador do mercado de capitais, abriu um processo administrativo sancionador contra ex-conselheiros da Petrobras por falta de lealdade. Entre os acusados estão o ex­-ministro da Fazenda Guido Mantega, a ex-­ministra do Planejamento Miriam Belchior, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e o empresário Jorge Gerdau Johannpeter.
  • O Itaú Unibanco teve lucro líquido contábil de R$ 5,733 bilhões no primeiro trimestre, com alta de 29,7% sobre o mesmo período do ano passado. O lucro recorrente, que exclui itens extraordinários, aumentou 28,2% e alcançou R$ 5,808 bilhões, um pouco acima da previsão de analistas.
  • O otimismo dos investidores com a bolsa brasileira continuou a todo vapor no primeiro pregão de maio. Mesmo após a alta de 10% registrada em abril, o índice subiu 2% ontem, para 57.354 pontos, no maior nível desde 14 de outubro de 2014 (58.015 pontos), com bom volume, de R$ 7,515 bilhões. Entre as principais ações, Petrobras PN (5,74%) e Vale PNA (6,33%) puxaram os ganhos, seguidas de longe por Ambev ON (2,16%), Itaú PN (1,14%) e Bradesco PN (0,46%).

Índices

Nome

Atual

% Variação

Dow Jones Industrial Average

17.945,00

-0,28%

S&P 500 Index

2.103,25

-0,28%

Nasdaq Composite Index

4.454,25

-0,50%

Ibovespa

57.322.32

-0,06%

Índices Globais

Japão: Nikkei

19.531,63

0,00%

China: Shanghai

4.503,74

-4,06%

Hong Kong: Hang Seng

27.755,54

-1,31%

Alemanha: DAX

11.490,57

-1,11%

França: CAC 40

5.035,77

-0,91%

Londres: FTSE

7.001,71

0,23%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$60,42

2,53%

Ouro ($/oz)

$1.196,80

0,84%