Bolsa

Comentários sobre o Mercado

04/05/2015

  • Os índices futuros norte-americanos sugerem a abertura em alta de Wall Street nesta segunda-feira, aguardando os dados sobre os pedidos de fábrica e os discursos do FED em meio à outra semana de divulgação de resultados.
  • As ações asiáticas e europeias foram negociadas marginalmente em alta nesta segunda-feira, embora os mercados acionários do Reino Unido estejam fechados devido ao feriado oficial. Os mercados foram impulsionados após a divulgação dos fracos dados sobre a atividade manufatureira na China, suscitando expectativas de que Pequim revelaria outras medidas de estímulo da economia chinesa.
  • Os preços do petróleo reagem aos dados pessimistas divulgados pela atividade manufatureira na China nesta segunda-feira, os quais foram impulsionados para cima.
  • A Cisco Systems anunciou que seu presidente-executivo, John Chambers deixará o cargo de CEO após 20 anos e será substituído internamente em julho por Chuck Robbins.
  • A Syngenta AG estabelece contato a sua rival Monsanto sobre possível aquisição de controle, segundo relato da mídia.
  • Os rumos da política oficial de apoio aos exportadores e o futuro dos acordos comerciais brasileiros estão na pauta da primeira reunião, neste mandato, dos ministros de Dilma Rousseff que compõem a Câmara de Comércio Exterior. Amanhã, se desencontros de agenda não adiarem mais uma vez a reunião da Camex, os ministros discutirão propostas para acelerar acordos de livre comércio existentes e buscar novos tratados.
  • Somente 16% dos empregados da Infraero alocados no Galeão (RJ) e em Confins (MG) se transferiram para as novas concessionárias que assumiram esses aeroportos no ano passado. Dos 1.255 funcionários que trabalhavam nos dois terminais antes da privatização, 1.046 preferiram recusar o pacote de benefícios oferecido para fazer a migração às empresas privadas e permaneceram na estatal. A decisão agravou o problema financeiro da Infraero. Para arcar com os vencimentos dos que ficaram, ela precisa desembolsar R$ 13,8 milhões por mês.
  • Amplia-se, no governo brasileiro, a lista de autoridades a favor de liberar a Petrobras da obrigatoriedade de ter participação mínima de 30% no consórcio vencedor nas licitações do pré-sal, conforme determinação da lei da partilha. A resistência da presidente Dilma Rousseff em mexer na lei, porém, não está superada.
  • O Brasil chegou ontem a Houston, EUA, para um dos maiores eventos do setor, a Offshore Technology Conference (OTC), para mostrar para à nata da indústria petrolífera mundial que o país está de volta aos trilhos. A estatal foi homenageada pelos organizadores da OTC com um prêmio pelo sucesso da exploração do pré-sal, um reconhecimento pela bem sucedida implementação de soluções de águas ultra-profundas e o estabelecimento de novos recordes de profundidade de água.
  • Para reduzir sua exposição em ativos imobiliários nacionais, sobretudo escritórios, que enfrentam um momento difícil, com grande oferta e ritmo desacelerado de vendas, o grupo WTorre decidiu reforçar suas apostas na área de entretenimento. A companhia - responsável pela construção do Allianz Parque, o novo estádio do Palmeiras, que além dos jogos é palco para shows de grande porte - vai investir na construção de teatros e ginásios indoor. O primeiro teatro vai ser inaugurado em setembro no complexo do Shopping JK Iguatemi.
  • Os controladores da Brazil Fast Food Corp (BFFC), dona da marca de lanchonetes Bob‘s, conseguiram a adesão dos minoritários para fechar o capital da empresa, que deixará de ter ações negociadas no OTC Markets, mercado de balcão americano. "Deslistar a empresa nos dará mais agilidade para tomar decisões, acesso a financiamentos, como linhas do BNDES às quais não poderíamos ter acesso com sócios estrangeiros, além de reduzir custos e burocracias operacionais e jurídicas", diz Ricardo Bomeny, principal¬executivo da BFFC e um dos donos do grupo.

Índices

Nome

Atual

%Variação

Dow Jones Industrial Average

17.993,00

0,33%

S&P 500 Index

2.108,00

0,31%

Nasdaq Composite Index

4.480,50

0,29%

Ibovespa

56.229,38

1,63%

Índices Globais

Japão: Nikkei

19.531,63

0,00%

China: Shangha

4.694,55

0,88%

Hong Kong: Hang Seng

28.123,82

-0,03%

Alemanha: DAX

11.642,04

1,64%

França: CAC 40

5.108,36

1,23%

Londres: FTSE

6.985,95

0,00%

Commodities

Petróleo Bruto WTI (NYM $/bbl)

$59,40

0,41%

Ouro ($/oz)

$1.182,10

0,65%

*Valores de abertura do pregão.