Bolsa

Reino Unido busca favorecer competição

21/08/2014

A reguladora britânica Financial Conduct Authority (FCA) anunciou, em 9 de julho, que analisará o mercado financeiro de varejo no país. O objetivo é descobrir se a competição no setor tem sofrido consequências negativas em função de conflitos de interesse, assimetria de informação e outros fatores. Essa análise preliminar servirá para identificar áreas que mereçam investigação aprofundada e, consequentemente, mudança regulatória.

A FCA tomou a decisão de estudar a competição devido a protestos de consumidores e, também, por causa de inovações tecnológicas. Serão estudados bancos corporativos, gestoras de recursos, bancos de investimento, bolsas de valores e a infraestrutura do mercado de forma geral. Entre as possíveis barreiras à competição no setor, está a venda casada de serviços financeiros. Também será analisado o co-location, serviço oferecido por bolsas de valores que permite a investidores alugar espaços próximos a seus centros de operação, diminuindo o tempo de latência para realizar negócios. O regulador pretende estudar se o co-location cria um ambiente injusto, em que alguns investidores têm mais vantagens que outros.

Autora: Bruna Maia Carrion

Fonte: Revista Capital Aberto - Edição 132 - Agosto de 2014

Link: http://bit.ly/1ocjAGs