Brasil

Alta da demanda por concursos impulsiona nicho de consultoria

04/08/2015

Acompanhamento personalizado. Mercado surge como um apoio metodológico para estudantes que querem entrar no setor público. As especialistas VP e Coach querem 700 alunos em 2015

O conteúdo não é o único fator que interfere na preparação dos chamados "concurseiros". Com o aumento dos cortes nas empresas e a insegurança do brasileiro no mercado de trabalho privado, a demanda por concursos públicos aumentou. Com ela, também veio a necessidade de metodologias eficientes para garantir a aprovação no setor público e surge o serviço de coaching.
Visando atender ao público de olho nas vagas públicas, a VP Concursos e a Coach de Concursos tiveram aumento na procura de consultoria e esperam alta de 30% e 100% do faturamento, respectivamente, neste ano. A meta de cada uma é obter em 2015 até 700 alunos. Os preços variam de acordo com a área do concurso, mas podem custar entre R$ 2,3 mil e R$ 3,8 mil por seis meses.
De acordo com o presidente da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac), a instabilidade econômica aumentou o número de interessados. "O cenário induz que mais pessoas procurem os concursos, tendo em vista que manter-se no mercado privado é mais difícil. O corte, a redução de jornadas e os salários são as estratégias mais usadas pelas empresas na crise", diz o presidente da Anpac e vice-presidente do Damásio Educacional, Marco Antonio Araújo Junior.
O executivo explica não ter sentido ainda o aumento da procura, mas acredita que isso deverá ocorrer nos próximos meses. "Se analisarmos o histórico dos concursos, a demanda aumenta na instabilidade econômica", sinaliza Araújo.
O executivo acredita que no segundo semestre o número de vagas abertas irá aumentar, mas para conseguir aprovação, os novos alunos deverão apostar em um conjunto de ações de estudo. "Para quem está chegando ao mercado e não tem experiência, receber orientações de como estudar [coaching] é mais um elemento para garantir a aprovação", analisa.
Segundo o presidente da Anpac, este ano o número de vagas abertas deve chegar a 180 mil. "A princípio esperávamos 215 mil, mas alguns concursos que iam ocorrer no primeiro semestre passaram para o segundo. Isso possibilita que 2016 seja um ano com um grande número de vagas abertas", comemora.
Coaching
Na VP Concursos, o aumento da demanda já foi notado. Em 2014, a empresa fechou o ano com 300 alunos e atingiu 450 no primeiro semestre. A expectativa para o ano é atingir 700 alunos. "O nosso grande diferencial é que focamos na consultoria e coaching personalizado. A maior parte do mercado oferece este serviço como subproduto", afirma o sócio fundador da VP Concursos, Vincenzo Papariello Júnior.
A maior parte das consultorias é realizada de forma virtual, mas na sede da empresa, localizada em Brasília, é possível receber o atendimento presencial. "O nosso foco é ensinar técnica e metodologia de estudo, mas dependendo do produto também oferecemos aulas de conteúdo em que o aluno estuda antes e depois assiste à aula. Também temos simulados que ajudam na medição das metas colocadas a cada aluno", diz.
Em todas as modalidades da consultoria, o aluno recebe a indicação do material didático necessário para o concurso que pretende realizar. "Os consultores orientam como aprender e qual material deve utilizar", explica Papariello. O faturamento da empresa em 2014 foi de R$ 2 milhões e a meta para este ano é dobrar o valor. Uma das estratégias que a empresa usará para crescer é o lançamento de um novo produto que tem como objetivo aumentar o índice de aprovação.
"Em setembro ou outubro iniciaremos uma turma que não pagará nada. Vamos fazer um teste e os 20 primeiros poderão fazer a consultoria sem mensalidade. Vamos ganhar com a taxa de sucesso que é de 20% do salário bruto anual do concurso, caso seja aprovado", diz. Outro benefício do programa, segundo informou ele, diz respeito à captação de novos alunos. "Em média, um aluno aprovado traz cerca de 12 novos estudantes para a empresa."
Expansão
A empresa Coach de Concursos surgiu em 2006 e também tem sede em Brasília, onde oferece aulas presenciais. Nos outros estados as consultorias são pelo Skype. "Nos baseamos em três pilares que são planejamento, metodologia de estudo e preparação emocional", analisa o fundador e responsável pela consultoria, Alessandro Marques.
O executivo acredita que o coach é o primeiro passo que um estudante de concurso precisa fazer. "Antes de ir atrás do conteúdo o aluno precisa saber aprender essa teoria", ressalta. Segundo ele, na consultoria o coach indica o material necessário para o concurso, instituições que existem no mercado e o tipo de aula [presencial ou on-line] indicada para seu perfil e horário. "Muitos alunos trabalham o dia inteiro e cometem o erro de procurar aulas teóricas presenciais diárias. Nessa rotina ele assiste à aula e não tem tempo de estudar para absorver o conteúdo", informa Marques.
Outro fator fundamental na consultoria é o auxilio em questões emocionais como manter o foco e aprender a controlar a ansiedade. "Não agimos como psicólogos, mas somos a voz da razão para que o aluno consiga atingir sua meta", ressalta. De acordo com o executivo, o próximo passo para expansão da empresa é começar a oferecer também as aulas teóricas. A empresa tem 32 coachs, mas em 2016 espera chegar a 45.
Público
Para o presidente do Grupo Educacional Augusto Cury, Bruno Alves de Oliveira, a oferta de coach [em geral] se multiplicou no Brasil nos últimos anos. Pesquisa da consultoria PwC indica que o número de profissionais certificados subiu de 350, em 2009, para 1.100, em 2012.
Para Oliveira, o modelo educacional no País prioriza o aprendizado cognitivo, deixando de lado as habilidades não cognitivas e socioemocionais. Como no caso do coaching o ensino é de metodologia de aprendizado, o número de profissionais tem crescido, pois os estudantes têm dificuldade de saber lidar com as emoções. "O acompanhamento pode ajudar na criação da rotina dos estudos e no apoio emocional para que o cliente mantenha empenho e determinação nos objetivos."

Fonte: DCI