Brasil

Migração de operações de aéreas para novos terminais irá até outubro

09/04/2014

Governo e empresas acertam cronograma de mudança para aeroportos.
Aeroportos de Guarulhos, Brasília, Viracopos ganharão novos terminais.

A Secretaria da Aviação Civil (SAC) anunciou nesta quarta-feira (9) que foram definidas as datas para transferência das operações para os novos terminais em construção em Brasília, Guarulhos (SP) e Viracopos (Campinas). Pelo cronograma, a migração começa na próxima semana e se estenderá até outubro.

Segundo o governo, as mudanças devem ser realizadas no menor tempo possível, no entanto, requerem cautela para garantir que a população não seja prejudicada.

Veja o cronograma das transferências:
- Guarulhos (SP): de 11 de maio a 27 de setembro
- Brasília (DF): de 16 de abril a 24 de maio
- Viracopos (Campinas): de 3 de junho a 5 de outubro

O processo de adequação do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN), que está sendo erguido do zero, será discutindo em nova reunião, marcada para o próximo dia 22.

O cronograma foi definido em reunião do ministro da Aviação Civil, Moreira Franco e da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) com as empresas e as concessionárias de aeroportos. Participaram da reunião as quatro empresas aéreas nacionais - TAM, GOL, Azul e Avianca -, além da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

Segundo o governo, a mudança deverá ser gradativa e não há uma data definida para a abertura de cada um dos terminais para o público.

"Essa transferência não pode ser feita de maneira açodada. Tem que ser programada para que o direito dos passageiros não seja prejudicado", disse o ministro Moreira Franco. "Certamente algumas áreas estarão funcionando imediatamente e outras não, devido à complexidade de cada área. A transferência da infraestrutura tecnológica, por exemplo, requer mais tempo e cuidado", acrescentou.

A transferência de operação inclui estrutura de check-in, de equipe, de tecnologia e de rotina de trabalho dos atuais terminais para os novos.

"Estamos trabalhando em cooperação com os aeroportos e vamos cumprir rigorosamente esta agenda", afirmou o presidente da Abear.

As concessionárias serão as responsáveis pela atualização das sinalizações.

Fonte: g1.globo.com/